Criada na pandemia por dois jovens adultos que, unidos pelo progressismo e pelo sonho de algum dia poder ajudar pessoas em grande escala, acreditaram ser uma excelente opção "desconservar" a grana guardada e investir em algo que dê para manter, melhorar e ser mais um portal de esperança para aqueles que fazem parte das minorias e sofrem simplesmente por serem quem são, ainda mais com esse governo retrógrado (esperamos ansiosos trocar “esse” por “o antigo”) que se diz querer conservar nos costumes mas a única coisa que faz em relação a essa palavra - além de propagar ódio - é conservar sua familícia na política.